Seu filho não sai da frente do computador?

Leia aqui algumas dicas para proteger seu filho dos perigos da Internet e conheça uma forma de canilizar a paixão dele por computadores para o mercado de trabalho .

Você acha que ao comprar um computador e colocar para seu filho usar estará dando a ele um futuro promissor?
Computador nenhum vai substituir a educação, o livro, a bola, o teatro, o cinema... Quando você compra um computador e coloca no quarto do seu filho, acabou de jogá-lo na praça da Sé.
Hoje, adultos mal intencionados aprendem a jogar games para se aproximar de jovens e crianças como se fossem amigos. Essa pessoa mal intencionada é considerada o "Lobo Mau¨ da Era Digital. Só que ele não quer a vovó, quer o neto ou a neta.
Os pais vieram de uma geração que não tinha computadores... e o ônus de como lidar com a tecnologia e com os filhos – que adoram computadores – ficou para os pais. Como então ensinar os filhos a lidar com isso?

O projeto HackerTeen foi criado para ajudar nessa educação. Se o jovem gosta tanto de computador, por que não pegar essa energia e canalizar para emprego?
Os dois objetivos do HackerTeen são fazer com que o jovem aprenda aquilo que realmente fará diferença para ele no mercado de trabalho ou ajudá-lo a montar o próprio negócio.
Temos aulas gratuitas para jovens de 14 a 19 anos. Os menores de idade devem vir com o responsável. Após a aula, o jovem poderá fazer uma prova e se tirar uma nota acima de 5 pontos, o pai pode inscrevê-lo no projeto.
O HackerTeen dura dois anos e é dividido em Faixas (Branca, Amarela, Verde, Azul, Marrom e Preta). Hoje existem empresas que buscam os jovens do HackerTeen para trabalho. Veja alguns dos resultados que já conseguimos.


Algumas dicas para os pais:

1 - Não existe nenhum software ou hardware que protegerá seu filho contra os e-mails mal intencionados que chegarão até ele. Nesse momento, o que mais vale é o diálogo aberto que vocês têm para que você mostre que o mundo lá fora pode ser muito perigoso e ele precisa desenvolver um "detector de mentiras para adultos" muito rápido.

2 - Se seu filho tem cerca de 7 anos e está lhe pedindo um computador, pode comprar, mas nunca deixe-o no quarto da criança. Coloque-o na sala. Computador é uma janela para o mundo. E você precisa ficar "de olho" nessa janela.

3 - Se você não conhece nada de computadores, peça para seu filho lhe dar aulas. Isso fará com que aumente o diálogo entre vocês e ainda fará com que você aprenda o que ele faz. Vai exigir uma grande paciência por parte de ambos, mas não há atalhos para lidar com isso.

4 - Explique ao seu filho para nunca fazer amizades pela Internet. Ela é apenas um canal de comunicação com quem ele conhece na vida física, na vida real. Amizades novas pela Internet podem ser muito perigosas.

5 - Se existe alguma câmera no computador de seu filho, faça com que ele vire-a para a parede. Hoje, existem softwares que se instalam no computador e acionam a câmera automaticamente. Ela pode filmá-lo no quarto sem que ele perceba e essa imagem pode ir para a Internet.

6 - Computador na mão de jovem é igual a carro na mão de jovem. Só que Internet e computador não exigem carteira de motorista. O jovem pode saber muito bem onde está o volante, os pedais, o câmbio... mas não sabe muito bem ainda distingüir o bem e o mal na Era Digital.

7 - Se o seu filho gosta de computadores, existe uma grande oportunidade de emprego para ele no mercado de trabalho. Basta aprender o que realmente as empresas pedem no momento de um emprego.

O HackerTeen pode ser uma grande oportunidade para seu filho, pois foi considerado único no mundo pela maior universidade do mundo, a Harvard Business School. O HackerTeen já saiu mais de 14 vezes na televisão, 02 vezes na Rádio CBN e várias vezes em revistas, jornais e sites do Brasil. Leia aqui algumas das matérias.

Se você quiser trazer seu filho para uma aula gratuita, verifique datas e horários cadastrando-se aqui.


Departamento de Comunicação:
Cláudia Souza Bom

Voltar

 

 

realização:
4LINUX
apoio:
Instituto Ibi
HackerTeen
Rua Teixeira da Silva, 660
São Paulo, SP, 04002-033 Brasil
Tel: +55 11 2125-4747