Ética Hacker: Sérgio Amadeu e HackerTeen disponibilizam material gratuitamente

Conteúdo criado especialmente para os alunos do HackerTeen agora está na Internet

O sociólogo e professor Sérgio Amadeu, reconhecido por sua militância em favor da utilização do software livre, e o HackerTeen - formação profissional para adolescentes de 14 a 19 anos sobre redes e segurança da computação, empreendedorismo na Internet e Ética Hacker - divulgaram nesta sexta-feira, 9 de março, o conteúdo das aulas de Ética Hacker ministradas no projeto educacional.

Mostrar o que é a ética, qual sua importância para as sociedades e como ela evoluiu historicamente até chegar na era informacional foram os objetivos apontados por Amadeu para a criação do curso. "Ele é muito centrado nas idéias de Pekka Himanen, que escreveu seu doutorado após pesquisar a ética dos hackers", esclarece o sociólogo e Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo.

Para Amadeu, a ética é importante em todas as atividades humanas. "Os médicos têm uma ética, os professores, os juízes, enfim, os grupos sociais acabam construindo finalidades para sua existência e para as suas ações. Estar de acordo com esses objetivos finais é atuar com ética. A cultura hacker é essencialmente baseada em atitudes éticas e no tripé: liberdade, colaboração e conhecimento", explica o autor do material.

As aulas - disponíveis gratuitamente - trazem questões políticas, filosóficas e éticas, relacionadas a temas atuais, tecnologia, software livre, filmes e conteúdo teórico que vai de Aristóteles, passando por Descartes, Pekka Himanen e Sócrates, entre muitos outros.

Mas não pense que se trata de algo cansativo. Quem garante isso são os próprios alunos do HackerTeen, adolescentes que, provavelmente, achariam tal disciplina bastante maçante, caso fosse vista do modo tradicional.

"Em escolas comuns essas matérias são extremamente teóricas, mas no HackerTeen são feitos links desse conteúdo para atividades reais. As pontes criadas entre teoria e prática são fundamentais para trazer vida à aula", revela Diego Silva, de 15 anos, que já concluiu as seis etapas do curso.

De acordo com o sociólogo responsável pela elaboração do material, os filmes são uma forma de trazer os jovens para discutir a ética no seu universo. "Muitos jovens ficaram surpresos ao saber que o filme Matrix se referenciava fortemente no mito da caverna de Platão, um dos maiores filósofos gregos da antigüidade clássica. Procuramos iniciar a compreensão das idéias de filósofos como Descartes, Espinosa, Sócrates, entre outros, a partir da ficção criada nas situações e pelos personagens dos filmes. Esta técnica tem sido empregada com sucesso em vários outros cenários", revela Amadeu.

Mateus Andrade, um dos professores do curso e responsável pelas ilustrações do material, afirma que os alunos participam ativamente dos debates durante as aulas. "Temas filosóficos, naturalmente, trazem muitos questionamentos. O desafio é fazê-los pensar por si mesmos, estimulá-los na busca pela resposta, sem impor uma idéia pronta".

O material divulgado corresponde às aulas de Ética Hacker ministradas em todas as seis faixas (etapas) da formação HackerTeen, e está agora disponibilizado sob a licença livre Creative Commons, que permite a utilização, reprodução e modificação do material, desde que não seja para fins comerciais.

"Liberamos o conteúdo das aulas com esta licença no intuito de instigarmos os jovens a pensar sobre o melhor uso da tecnologia em favor da sociedade", esclarece Marcelo Marques, diretor de estratégias do HackerTeen e um dos idealizadores do projeto.

Sérgio Amadeu concorda: "este material sendo liberado em Creative Commons pode ser aproveitado por outros alunos e professores. Também pode ser retrabalhado e gerar mais iniciativa que estimulem o debate ético. Compartilhar conhecimentos é a melhor forma de obter crescimento", conclui o autor do texto.

"Divulgar esse material é uma forma de contribuir com a expansão do conhecimento e, potencialmente, pode atrair os jovens para o lado positivo nesse contexto da cibercultura", avalia o professor Mateus Andrade.


Departamento de comunicação:
Cláudia Souza Bom

Voltar

 

 

realização:
4LINUX
apoio:
Instituto Ibi
HackerTeen
Rua Teixeira da Silva, 660
São Paulo, SP, 04002-033 Brasil
Tel: +55 11 2125-4747