O desafio do HackerTeen é formar jovens hackers éticos.

Três problemas sociais – que devem crescer muito nos próximos anos – foram os motivos para a criação do HackerTeen:

  1. Tempo excessivo gasto pelos jovens em games e internet;
  2. Jovens que praticam crimes digitais;
  3. Falta de profissionais para trabalhar com redes e segurança de computadores.

Muitos jovens passam demasiado tempo com jogos de computador e, apesar de estimularem o raciocínio lógico e estratégico, acreditamos que não é necessário gastar horas e mais horas na frente dos games para aprender isso.

Em reportagem ao jornal brasileiro Gazeta Mercantil, em 09 de novembro de 2004, o então diretor geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Dr. Mauro M. L. Silva, ressaltou que cerca de 80% dos crimes digitais envolvem adolescentes, seja como vítimas ou como causadores.

Apesar de passar muito tempo em frente ao computador, o jovem acaba aprendendo coisas que não são nada úteis ao seu futuro. São, na verdade, tóxicas.

Em contra-partida, na década de 70, muitas empresas que hoje são multinacionais foram criadas dentro de quartos e garagens por jovens que adoravam tecnologia. O HackerTeen quer resgatar esse espírito. Já estamos vivendo o início da Era da Informação e quanto mais o jovem souber usar as tecnologias de maneira positiva, melhor para o futuro dele.

Por isso, o HackerTeen ensina Segurança de Computação – área onde estão os melhores salários – , Empreendedorismo na Internet e Ética Hacker. Existem muitos empregos no mercado, o que não há são jovens capacitados para ocupar essas vagas.

 

 

realização:
4LINUX
apoio:
Instituto Ibi
HackerTeen
Rua Teixeira da Silva, 660
São Paulo, SP, 04002-033 Brasil
Tel: +55 11 2125-4747