Transformar a sociedade é algo que se faz em conjunto!

A formação profissional HackerTeen conta com uma área dedicada à Responsabilidade Social. A exclusão digital e a dificuldade para se conseguir o primeiro emprego são os dois principais problemas sociais a serem combatidos pela área, por meio de parcerias com fundações da iniciativa pública e privada e entidades do terceiro setor.

Veja algumas empresas e instituições parceiras do HackerTeen:

SaferNet

SaferNetA SaferNet Brasil - canal nacional de denúncias que combate a disseminação da pornografia infantil e dos crimes contra os direitos humanos na Internet - e o HackerTeen assinaram um acordo de cooperação técnica para combater crimes contra os Direitos Humanos na Internet, entre eles pornografia infantil, pedofilia, racismo, neonazismo, xenofobia, intolerância religiosa, homofobismo, etc.

Segundo o acordo, os alunos da faixa preta do HackerTeen colaboram e interagem com a SaferNet Brasil, construindo e aperfeiçoando as técnicas e ferramentas utilizadas para o rastreamento das denúncias. Os jovens do HackerTeen não atuam na linha de frente com a equipe de denúncias e não têm qualquer contato com o material pornográfico.

Os canais de denúncia, como a SaferNet Brasil, constituem-se no instrumento mais eficaz de combate aos crimes contra os Direitos Humanos na Internet, pois centralizam o recebimento, processamento e encaminhamento das denúncias em um país, permitindo uma atuação conjunta e integrada dos diversos atores nacionais e internacionais.

Com a preocupação de garantir o total anonimato, foi desenvolvido um sistema inédito e automatizado e gestão das denúncias, baseado em Software Livre, que permite ao internauta acompanhar cada passo do andamento da denúncia feita no site da organização: www.denunciar.org.br.

IBM

A IBM foi a primeira empresa a reconhecer a importância de uma iniciativa do porte do projeto HackerTeen para o desenvolvimento da ética e da responsabilidade social entre os jovens brasileiros. A empresa apoiou esse projeto inovador, por meio de sua iniciativa Reinventando a Educação: doou bolsas de estudo para que 24 jovens em situação de desvantagem social tivessem acesso à experiência. Eles formaram as duas primeiras turmas do HackerTeen. Uma delas na cidade de Santo André (São Paulo), em parceria com o Centro Público de Formação, e a outra no Rio de Janeiro, em parceria com o CTA (Centro de Tecnologia Aplicada).

Instituto IBI e o Projeto Casulo

IBI Projeto CasuloEm parceria com o Instituto IBI e o Projeto Casulo, o HackerTeen promove o curso de formação para 24 jovens, de 17 e 25 anos, de famílias menos favorecidas das comunidades Real Parque e Jardim Panorama, na região do Morumbi, em São Paulo. O curso é realizado na sede do Projeto Casulo – programa que visa o desenvolvimento comunitário de moradores daqueles bairros. A aula inaugural, realizada dia 1º de setembro, teve a participação de Sérgio Amadeu, sociólogo e ex-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e atual professor de Ética Hacker do HackerTeen, e de Jon 'maddog' Hall, o guru do software livre e presidente da Linux International, que ministraram palestras sobre a importância da tecnologia para o desenvolvimento da humanidade e a evolução dos computadores e da informática.

Inclusão digital

Inclusão digitalAlém dos apoios de entidades públicas e privadas, parcerias com governos municipais, estaduais e federal vão permitir que o HackerTeen leve o curso para outros adolescentes em situação de desvantagem social. Para isso, a cada turma de 24 alunos, uma vaga é destinada a um adolescente indicado por um parceiro como, por exemplo, os Telecentros de prefeituras ou organizações não governamentais voltadas à educação.

 

 

realização:
4LINUX
apoio:
Instituto Ibi
HackerTeen
Rua Teixeira da Silva, 660
São Paulo, SP, 04002-033 Brasil
Tel: +55 11 2125-4747