Com a palavra, nossos alunos.
Douglas Teixeira Lima de Souza

As coisas na vida da gente são muito estranhas. Quando menos se espera, a vida e o destino te pegam de surpresa e mudam tudo de tal forma que às vezes parece não ser verdade.

Por que falo isso? Em outubro de 2005, eu trabalhava num ponto de táxi como fiscal (chamava carros para clientes) em um Centro Empresarial de São Paulo. Nessa época, tinha uma vida cheia de incertezas e inseguranças, afinal, meu filho tinha acabado de nascer e, obviamente, eu estava preocupado e pensando 'até quando vou trabalhar aqui ganhando 50 centavos por carro'. Ficava em pé na porta do prédio 8 horas por dia, 5 vezes por semana.

Reparava muito nas pessoas que entravam e saiam do prédio, com esperanças de que alguém visse meu esforço e simpatia e me oferecesse uma oportunidade de emprego melhor, mas isso não aconteceu.

Foi então que num dia desses, voltando para casa, olhei pra trás e me perguntei: 'quando e como eu vou trabalhar naquele prédio'. Já em casa, minha esposa me falou que o Casulo - Centro Comunitário do bairro onde estudo – daria um curso gratuito, o HackerTeen. Estranhei: por que alguém iria ensinar uma pessoa a ser hacker, já que eles roubam bancos e espalham vírus na internet.

Inscrevi-me por curiosidade e, para minha surpresa, o que vi lá e o que pensava sobre hackers era totalmente o inverso. Me deparei com um grupo de pessoas, ou melhor, uma família, preocupada com os jovens. Pessoas legais, jovens de espírito, engraçadas e afim de ajudar e mostrar que é possível e que todos podem e devem ter um bom emprego.

Quando eu estava na faixa-branca (1ª fase do curso) o inesperado aconteceu: recebi um telefonema de uma empresa (Atento Brasil) me convidando para fazer uma entrevista de emprego. Dá para acreditar! Fiquei muito contente e logo em seguida me perguntei como essa empresa conseguiu meu telefone... 'á vem a família HackerTeen entrar na minha mais uma vez: eles tinham enviado o meu curriculum.

Hoje tenho salário fixo, plano de saúde para mim e minha família, vale transporte, vale refeição e plano odontológico. Atuo na área de Atendente Help Desk nível 1. Não pretendo parar por aqui e estou lutando e estudando muito para conseguir uma bolsa de estudos para entrar numa faculdade de redes de computadores. É difícil, mas vou conseguir.

O principal de tudo isso é que minha família 2, o HackerTeen, me fez enxergar que as coisas não são fáceis, mas também não são difíceis. Temos apenas que nos esforçar um pouco e acreditar que um dia algo dará certo.

Obviamente, se empresas qualificadas como a 4Linux (responsável pelo HackerTeen) confiassem e dessem oportunidade para outras, garanto que jovens sem muita esperança como eu era ficariam bem mais confiantes e qualificadas para o mercado de trabalho.

Valeu por tudo, família 2!
Douglas Teixeira Lima de Souza

 

 

realização:
4LINUX
apoio:
Instituto Ibi
HackerTeen
Rua Teixeira da Silva, 660
São Paulo, SP, 04002-033 Brasil
Tel: +55 11 2125-4747